Fifa anuncia ajuda de US$ 150 milhões a federações nacionais

Por Folhapress

A Fifa anunciou nesta sexta-feira (24) que distribuirá cerca de US$ 150 milhões (R$ 855 milhões) entre as 211 federações nacionais filiadas à entidade como forma de tentar mitigar o impacto financeiro da pandemia do coronavírus sobre o futebol mundial.

O montante inclui uma ajuda de US$ 500 mil (R$ 2,8 milhões) para cada federação mais o repasse de custos operacionais relativos a 2019 e 2020. A segunda parcela da verba correspondente a este ano, por exemplo, só seria repassada em junho, mas a Fifa decidiu antecipar o pagamento.

"A pandemia [do coronavírus] causou desafios sem precedentes para toda a comunidade do futebol e, como órgão responsável, é dever da Fifa dar suporte a quem enfrenta maiores necessidades", disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino, em comunicado.

"Este é o primeiro passo de um amplo plano de socorro financeiro que estamos desenvolvendo para responder à emergência de toda a comunidade do futebol. Junto de nossos parceiros, estamos avaliando as perdas e trabalhando nas mais apropriadas e efetivas ferramentas para implementá-las nos outros estágios do plano", completou.

Em circunstâncias normais, as federações só recebem as contribuições de custos operacionais se obedecem a determinadas diretrizes e pré-requisitos estabelecidos pela Fifa.

Contudo, a entidade optou por suspender temporariamente a necessidade de cumprimento dessas diretrizes para o recebimento da verba.

Brasil

Mais Artigos

Rio de Janeiro

Mais Artigos

Economia

Mais Artigos

Internacional

Mais Artigos

Cultura

Mais Artigos

Saúde

Mais Artigos

Política

Mais Artigos

Magnavita

Mais Artigos

O desaparecimento do advogado Juliano Gomes e a suas denúncias contra o pastor Everaldo ganharam destaque na mídia. A Polícia de Minas já tem a suspeita de um executor e emitiu ordem de captura.

Mais Notícias

Mais Artigos

Seria aconselhável que o círculo mais próximo de assessores presidenciais questionasse o chefe

Tristão impõe permanência de Mercês em duro telefonema. Governador faz juiz largar magistratura e promete presidência da Fundação do PSC. MP fala de novas provas e partido não pune Ottoni de...

Augusto Aras tem demonstrado imparcialidade à frente da Procuradoria Geral da República