Nasa descobre evidências de um possível universo paralelo

Tratado em filmes de ficção, a existência de um possível universo paralelo ao nosso pode ser verídico. Isso se dá pelo fato de um grupo de cientistas da Nasa ter detectado que algumas partículas estranhas, observadas em um experimento na Antártica, se comportam de forma contrária às leis gravitacionais da física.

Utilizando a Antena Impulsiva Transiente da Antártica (Anita), os especialistas queriam detectar o constante "vento" de partículas de alta energia vindas do espaço. Com o ar frio e seco do local, o ambiente se tornou ideal para que não houvesse distorções na captação desse fenômeno.

Por causa da baixa energia e massa próxima a zero, os neutrinos subatômicos são capazes de passar completamente pelo planeta. Porém, os especialistas ficaram chocados por um ruído detectado da Terra. Ao analisarem os dados, eles encontraram neutrino de alta energia saindo do chão.

A descoberta implica que essas partículas podem estar realmente viajando para trás no tempo, sugerindo evidências de um universo paralelo, em que as leis da física funcionam de forma contrária às nossas.

Brasil

Mais Artigos

Rio de Janeiro

Mais Artigos

Economia

Mais Artigos

Internacional

Mais Artigos

Cultura

Mais Artigos

Saúde

Mais Artigos

Política

Mais Artigos

Magnavita

Mais Artigos

O desaparecimento do advogado Juliano Gomes e a suas denúncias contra o pastor Everaldo ganharam destaque na mídia. A Polícia de Minas já tem a suspeita de um executor e emitiu ordem de captura.

Mais Notícias

Mais Artigos

Seria aconselhável que o círculo mais próximo de assessores presidenciais questionasse o chefe

Tristão impõe permanência de Mercês em duro telefonema. Governador faz juiz largar magistratura e promete presidência da Fundação do PSC. MP fala de novas provas e partido não pune Ottoni de...

Augusto Aras tem demonstrado imparcialidade à frente da Procuradoria Geral da República